image          

Crônicas e Opinião:

Perfil de José de Souza Junior

image

José de Souza Júnior, filósofo e Colunista. Coluna de Política.
Reside em São Carlos - São Paulo, graduado em filosofia pela UNIFEBE - Brusque de Santa Catarina e sempre atuando através de pesquisa no campo político.
É mestrando em Ciências Política.
Tem experiência em publicações, sempre tratando da política nacional no seguintes jornais: Em Santa Catarina ( Diário do Sul, A Crítica, Gravatal, Vanguarda, A Voz de Brusque... ) Em São Paulo ( Tribuna Impressa, Primeira Página ). No Acre (O Rio Branco). No Amapá ( Amapá Digital ). No Pará ( Correio Bragantino ).




Encontro da Musica Brasileira com a Portuguesa

Crédito/fonte: José de Souza Junior - - Data: 28 de junho de 2014


O dia 25 de junho foi um dia memorável para Florianópolis, pois tivemos aqui no Teatro do CIC o show fabuloso do cantor português Antonio Zambujo e do violonista brasileiro Yamandu Costa e a participação da guitarra portuguesa de Luiz Guerreiro. Eles estiveram encantando outras platéias também no Rio e em São Paulo. Tive a oportunidade de assistir esse espetáculo imperdível por obra e graça do Pierre Aderne, cantor, compositor, poeta, apresentador e produtor que vive em Portugal e tem feito muito bem, lá e aqui, esse trabalho de integração da música portuguesa com a brasileira, com programas como “Música Portuguesa Brasileira,”, “Desafinado” e “Rua das Pretas”. E por gentileza do Tiago Cação, da produção do cantor português, aos quais muito agradeço.

Eu confesso que não sabia bem o que esperar, mas quando o espetáculo começou, eu não vi mais o tempo passar. Eu esperava, é claro, ouvir fados, mas não esperava tudo o que eu tive o privilégio de ouvir. O violonista brasileiro, um virtuose. Que talento, que energia, que bom gosto no repertório. A guitarra do xará português, que eu acho que já conheço porque tenho a impressão que ele tocou no show de lançamento do CD de Cuca Roseta no Mosteiro dos Jerônimos, em Lisboa, foi sensacional. E a voz do cantor Zambujo, ah, meus amigos... Vou repetir o que o Yamandu teria dito: a voz de Zambujo ilumina as palavras. Porque é a mais pura verdade. Um vozeirão que pode ser suave e intenso com uma facilidade incrível, alcançando os tons mais altos e mais baixos com a maior naturalidade. Uma voz cristalina, que a gente ficaria ouvindo muito além das duas horas do espetáculo, que passaram num átimo.

Que feliz encontro, esse, de talentos portugueses e brasileiro. O teatro do CIC lotou, com seus quase mil lugares, evidenciando o interesse por este tipo de espetáculo, intimista e interativo. Os músicos, tanto cantor como instrumentistas, fantásticos e o local apropriado, pois o som do teatro estava perfeito. Podia-se ouvir a voz de Zambujo limpa e clara e clara e os instrumentos sem distorção alguma.

Realmente um privilégio pode ter um espetáculo dessa envergadura na nossa capital. Que venham mais vezes, que venham de novo. A plateia agradece e aplaude. De pé.




A doença do político

Crédito/fonte: José de Souza Junior - - Data: 08 de junho de 2014


O ciclo político que vivemos talvez esteja com alguma doença, e doença genética, ou ainda, é completamente maquiavélico em suas ações. Porque vive liberado para temporada de corrupção. Na filosofia política de Maquiavel o que importa é o poder. O político segundo o filósofo tem que lutar para chegar ao poder e continuar lutando para permanecer no poder. E na América Latina que possui toda uma peculiaridade política possui uma trajetória bem distinta. Digo ao remeter o pensamento europeu. Aqui temos o nosso populismo. No Brasil o populismo começou lá no inicio do século passado, antes mesmo de Getúlio Vargas. E sendo aperfeiçoado com o próprio Getúlio Vargas. O populismo ainda existe dentro da política. Mas por quê? Será que não temos cidadania? A população é acomodada? Os eleitores vêem o tema político com desprezo? Ou temos necessidade de um pai dos pobres?

A figura do político brasileiro deixou de ser de um doutor em muitas partes do país. Hoje os doutores estão esquecidos; no anonimato. Um Tiririca que leva mais de um milhão de votos apresenta a verdadeira identidade de qual candidato precisamos. A identidade de ser um ex-jogador ou artista; sobretudo falidos. Aos partidos, o exemplo Tiririca puxa votos. Ao Congresso, o exemplo Tiririca puxa o silêncio da ignorância parlamentar. Aos eleitores, felizes no primeiro momento (da eleição) de fazer parte da massa votante no mesmo nome, e nostálgicos no segundo momento – a existência do mandato niilista por alguém não capacitado para tal função de representação democrática.

Ao levar em consideração o pensamento de Maquiavel, a leitura política teórica descreve grandes atos para manter a popularidade eleitoral. O Hugo Chaves com o câncer levou a sensibilidade eleitoral e o pensamento de uma futura reeleição. Com Mario Covas, José Alencar e até mesmo Dilma Rousseff – a quem diga que Dilma não esteve doente –, a doença não foi tão mal assim. A doença comoveu a população. Sobretudo o discurso de que foi curado e irá dar a volta por cima. Por outro lado o presidente Lula que de seguidas derrotas eleitorais e seguida reeleição, não possui mais a vontade de vencer o impossível. Agora é imbatível. Com o câncer que nem a ciência é capaz, o simples sindicalista vai conseguir tal façanha.

Depreendo que a primeira vitória do presidente Lula será a conquista da prefeitura de São Paulo em 2012. Contudo, a prefeitura da capital do maior estado do país costuma eleger figuras bizarras e partidos diversificados. O governo do estado pode ser conservador (PSDB desde o retorno da democracia), e a prefeitura bem eclética. Os candidatos para 2012 são nomes de pesos. Nada melhor que uma sensibilização. Por fim, o fato de colocar o PT na prefeitura de São Paulo não será nenhum grande desafio para o presidente Lula, poderá haver pedras nesse caminho político; assim como o presidente Lula ser eleito em 2014. Agora colocar o PT no governo de São Paulo, isso sim é impossível para ele. Talvez, quem sabe, uma ressurreição de Lula dê aparatos suficientes para o PT governar o estado de São Paulo.




Atenção: O conteúdo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna, este sítio não tem responsabilidade legal pela opinião, o que é exclusiva do autor.

Previsão de Tempo CPTEC/INPE

Parceiros Correio Bragantino News

Click aqui !!!
Rádio Ajuruteua transmitindo sua programação musical com qualidade sonora de 96 kbps AAC+. Click no banner e acesse o site da emissora

Parceiros - Correio Bragantino News

Publicidade
Saiba mais sobre a Agencia Viajar Turismo clicando AQUI ...

Sites de Rádios e Serviços Regionais

- Emissoras de Rádios AM e FM e serviços de Som da cidade de Bragança-Pará